segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A vida como está [Parte 2]

Bem, na parte 1 falei apenas do desenvolvimento do Edu e da minha sensação de perda..srsrsr

Mas esse sentimento é natural, acho que toda mãe sente isso... Pior que esse sentimento é o de impotência....

Faz em média 1 mês que estou passando por momentos difíceis, primeiro foi Dudu que adoeceu e depois que ele sarou foi minha mãe que apresentou algumas queixas...

Fazem 15 dias que estou pra cima e pra baixo com ela de hospital em hospital tentando descobrir a causa das queixas dela: Dor de cabeça, cegueira e mau estar.... pois bem, ninguém sabe, e nessa de ninguém saber é que os "médico" (se é que podemos chamar aqueles crápulas de médicos né), mandavam minha mãe de volta pra casa dizendo que a cura para o que ela tinha era apenas o repouso....

Na quinta-feira passada resolvi levar minha mãe para um hospital que me disseram ser de referência em São Paulo, o "Hospital São Paulo", lá levamos mais de 4h para ser atendidas e depois mais 1 dia inteiro fazendo exames (pelo menos eles resolveram pedir exames ao invés de mandar minha mãe pra casa)... Fomos embora às 24h desse mesmo dia...

No dia seguinte tivemos de retornar ao hospital, dessa vez quem acompanhou minha mãe foi a minha sogra... chegando lá a surpresa: teria de ser internada e colher o "líquor" (o líquido da espinha para diagnóstico, pois estavam chegando a conclusão que o problema dela era neurológico e não só oftalmológico....

Enfim, lá está minha mãe internada desde sexta-feira, e eu com o coração muito apertado desde então, me sentindo impotente para tratar dela, não durmo direito e não vivo direito, engraçado pensar que de fato não estou preparada para ficar tão distante da minha mãe... Nesta situação me sinto tão mulher e independente mas ao mesmo tempo frágil e muito chorosa.... A fé é que tem me confortado, e além da fé é saber que tenho ao meu lado as pessoas certas e que me confortam!

É isso, desculpa o desabafo...

Bjos

domingo, 27 de fevereiro de 2011

A vida como está [Parte 1]

Bom, logo depois da estomatite do Edu, levei ele em um espaço recreativo que tem dentro de um supermercado perto de casa, ele se esbaldou em pular e correr, nunca tinha visto meu filho se divertir tanto!

Fico observando ele, como está grande, esperto, danado, como cada dia que passa ele apresenta coisas novas de seu mundinho e mostra que cada vez mais está inserido em nosso mundo....

Sinto muita alegria e orgulho de ver meu filhote evoluindo, esperto, cativante, meigo e ao mesmo tempo bem danado como um bom moleque que ele é, mas ao mesmo tempo que me sinto mega feliz e orgulhosa, sinto uma tristeza em ver que meu bebê não é mais um bebê (sempre vai ser pra mim, é claro) mas agora é um criança, cheia de dengos e manhas, ficando cada vez mais independente...



Meu menino lindo, que faz uma carinha linda quando está com vergonha, que faz com a boca um sorrisinho torto que forma uma covinha no meio do queixo e na bochecha do lado direito, que os olhos quase se fecham e fica aquele olhar de canto de olho...rsrsr



Segue umas fotos mais recentes do meu pimpolho!

Brincando no Clube...


Dormindo todo folgado...


Pronto para ir pra escola...


Bjos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Voltando a normalidade... e as pérolas da semana...

Graças a Deus! Ele que me deu muita paciência, sabedoria e que deu compreenção a algumas pessoas e que ajudou meu príncipe a superar uma fase que passou sem traumas!

A semana começou com Dudu já indo pra escola período de 12h (que na verdade acaba sendo 10h), pois minha mãe que ficava com ele meio período está trabalhando direto agora e não pode mais cuidar dele :s

Ele como sempre se adaptou fácil com a escola, não tivemos problemas, lá ele come, dorme, brinca, aprende.. está sendo bom pra ele! Só fico triste pelo fato de ele chegar em casa mais cansado e dormir mais cedo, e assim não vejo mais ele acordado quando volto do serviço. :(

Da parte boa...

Dudu já voltou a comer (e muuuito..rsrs), já está tagarela e cantador e danado como sempre!
Sua música preferida agora é: "Meu lanchinho, meu lanchinho, vou comer, vou coer, pra ficar fortinho, pra ficar fortinho e crescer!!!!" Que na versão dele sai algo assim: "Me achinhooooo vo momê, vo momê....otinho e ecê!!!rsrsrsrsr Muito fofô!

Esse fds que passou ele soltou uma pérola que ri muito... Eu sempre chamo o pai dele de "MÔ" ou de "BÊ"... pois bem, domingo na hora do almoço estava eu na cozinha e gritei pro pai dele descer do quarto e vir comer: "Môoooooo vem comer!"..rsrsrs até aí tudo bem... ai mais tarde estávamos na cozinha jantado e o pai dele comeu rápido e subiu correndo pra ir mexer no computador, daí Dudu solta: "Môooooooo em momê! rsrsrsr muito lindo!

Outra, essa é fresquinha: Hoje logo cedo, arrumei o Dudu pra ir pra escola e descemos pra cozinha pra tomar café da manhã, peguei a agenda dele pra escrever pras Tias da escola e ele pegou a agenda da minha mão e falou: "É minhaaa!" Daí eu respondi: "Sim é sua agenda da escola mas a mamãe precisa escrever nela" e ele na maior cara de pau responde: "É bibo mamãe!" rsrsrs querendo dizer que aquilo era um livro e não agenda! kkkkk

Bjos